Home office permanente?

Posted by

Uma cadeira confortável e o notebook na altura dos olhos já são um ótimo começo. Lembre-se de que sua saúde no home office depende de você.

Uma cadeira confortável e o notebook na altura dos olhos já são um ótimo começo. Lembre-se de que sua saúde no home office depende de você.

O conforto e o bem-estar são determinantes para incrementar a produtividade dos colaboradores. É uma forma de garantir um ambiente agradável e propício ao alto desempenho, invista em ergonomia no trabalho.

O que já era uma tendência, agora veio de vez e para ficar. Seis meses se passaram e o regime de home office foi a grande saída para muitas empresas. E não é que o atual modelo de trabalho deu certo? Mas com todo esse tempo trabalhando em casa, muitos profissionais já sentiram na pele que não dá mais para improvisar, por isso é de extrema importância, manter a postura corporal correta e o conforto para evitar lesões, manter o foco e a produtividade. A verdade é que produtividade não existe sem bem-estar e bem-estar não existe sem produtividade. Fomos obrigados a nos adaptar rapidamente e ajustar o trabalho ao novo ambiente. Por exemplo: trabalhar sentado, com encosto para as costas e com os materiais necessários, distribuídos corretamente pela mesa, são ações que melhoram significativamente o rendimento do nosso trabalho, procure sempre uma postura confortável, sem que lhe cause dores na coluna e cansaço.

Por dentro da ergonomia

Você sabe o que é ergonomia no trabalho?

A ergonomia é uma ciência relativamente recente que estuda as relações entre o homem e o seu ambiente de trabalho. Por meio da ergonomia, especialistas avaliam os riscos presentes na atividade laboral e determinam as condições ideais para a realização daquela atividade. Quando necessário, são efetuadas adequações no ambiente de trabalho para minimizar os riscos à saúde física, mental e emocional dos colaboradores.

Ergonomia e NR-17

Segundo informações da Previdência Social, 90% dos afastamentos de colaboradores em empresas brasileiras são causadas por doenças ortomoleculares ou sofrimento mental. Isso gera um alto custo tanto para a previdência quanto para o setor produtivo.

No Brasil, já existe uma regulamentação do Ministério do Trabalho e Emprego tratando da ergonomia. A NR-17 estabelece parâmetros para a adaptação das condições de trabalho às características físicas e psicológicas dos trabalhadores, visando garantir maior segurança, conforto e eficiência nas atividades exercidas.

De acordo com a NR-17, todo o empregador deve realizar uma Análise Ergonômica do Trabalho junto aos seus colaboradores. Esta avaliação deve levar em consideração uma série de informações sobre a atividade laboral, como o levantamento de peso, a descarga de materiais e a adequação do mobiliário e do equipamento às condições de trabalho.

Sedentarismo e ergonomia no trabalho

Trabalhar longas horas na mesma posição e não praticar o tempo mínimo de atividade física recomendado pela Organização Mundial da Saúde caracterizam um comportamento que pode ser chamado de sedentarismo no trabalho. Quando esta situação se repete por um período mais longo, há um sério risco de desenvolver problemas de saúde como hipertensão, estresse, dores musculares ou diabetes. Neste contexto, a ergonomia tem o objetivo de reduzir os efeitos negativos que ocupações sedentárias podem causar. Para evitar que sedentarismo comprometa a saúde e a produtividade dos colaboradores, a empresa deve estimular comportamentos saudáveis, como promover a alimentação saudável e incentivar à pratica de exercícios físicos, o que pode ser feito por meio de um benefício corporativo de atividade física.

Ergonomia e qualidade de vida promovem uma maior produtividade

Além de assegurar um ambiente mais confortável para que o colaborador produza melhor, a ergonomia também visa garantir a sua saúde fora da empresa. Entretanto, para atingir esses objetivos, uma série de pequenos ajustes no seu local de trabalho pode ser bem efetivo para o home office mais adequado e produtivo.

O princípio do posto de trabalho ergonômico é fazer com que o ambiente de trabalho se adapte ao ser humano, de modo que o seu objetivo seja conseguir uma postura que dê conforto a você, sem que lhe cause dor ou desconforto.

Para isso, sugerimos atenção e damos algumas dicas abaixo:

  • Dê preferência por executar seu trabalho sentado, em um posto de trabalho adaptado para sua posição, de modo que consiga manter um ângulo formado entre braço e antebraço de aproximadamente 90 graus.
  • O local escolhido para o exercício da atividade deve lhe proporcionar condições de boa postura, tais como manter o computador na sua frente, evitando virar o tronco, bem como fazer com que o topo da tela fique na altura dos seus olhos ou ligeiramente abaixo. A distância da tela aos olhos deve ser entre 50 a 80 cm.
  • Procure sentar-se alinhado com eixo da cadeira. Seu corpo, o teclado e o monitor de vídeo devem estar alinhados.
  • Caso seus pés fiquem suspensos do chão, solicite um descanso/apoio de pés ao seu Gestor.
  • Tenha luz natural no ambiente, mas evite trabalhar de costas para janelas, pois o reflexo na tela do computador pode cansar a vista muito rapidamente.
  • Garanta sempre que seus óculos ou lentes de contato estejam em dia.
  • A cada 40 minutos de trabalho dê pausas pequenas para descansar a visão.

Agora que você conhece um pouco mais sobre ergonomia no trabalho, conte para gente: como você avalia a sua empresa? Os colaboradores trabalham em um ambiente confortável e que estimula a produtividade? Ou o ambiente de trabalho compromete a sua saúde?

Esperamos que você adote as dicas do nosso artigo. Desejamos que o seu home office durante a quarentena seja altamente produtivo. A equipe WiPlay continua trabalhando (em casa) para ajudar todos os nossos clientes e parceiros a superarem essa fase. Conte com a gente e não deixe de se cuidar: fique em casa!